Jovem enfrenta o fogo e salva 9 coalas na Austrália: ‘Só quero ajudar esses animais’

A Austrália vive um momento turbulento de sua história: uma série de incêndios florestais, que começaram em setembro do ano passado, tem destruído a vegetação nativa e afugentado milhões de animais silvestres.

O fenômeno é natural, causado pela combinação de temperaturas altas (na casa dos 40º C) e pouquíssima chuva, que deixa a vegetação seca. Os ventos fortes advindos dos oceanos agravam a situação, espalhando os focos de incêndio por todo o continente.

Em meio a esse drama, incontáveis histórias de união e ajuda mútua têm surgido nas redes sociais. A cantora Pink, por exemplo, que nasceu na Austrália, anunciou a doação de R$ 2 milhões para combater os incêndios.

Recentemente, um rapaz de 22 anos desafiou o fogo e colocou sua vida em xeque para salvar nove coalas que seriam consumidos pelas chamas que atingem Victoria, no estado de Gippsland.

Patrick Boyle adentrou na floresta carbonizada de eucalipto em Mallacoota, uma pequena cidade do condado.

Ironicamente, Patrick é caçador. Ao ver os animais em apuros, ele não pensou duas vezes em ajudá-los.

“Encontrei instantaneamente um coala machucado. É impressionante como eu os encontro facilmente. Mas mais de dez já estavam mortos”, afirmou o jovem ao site neozelandês Stuff.

Os coalas resgatados foram encaminhados para um abrigo de animais.

“O local está repleto de coalas e outros animais silvestres em todo o salão e no quintal. Eles têm muito pouco recurso, então qualquer ajuda que as pessoas possam dar é excelente”, afirmou o rapaz.

Patrick aproveitou a entrevista para conclamar a população australiana a se engajar na luta contra os incêndios. Para ele, não basta ser ativo nas redes sociais: é preciso arregaçar as mangas.

“Sou caçador, uma das últimas pessoas que outros esperariam que ajudaria esses animais. Agricultores, caçadores e trabalhadores são os que estão por aí realmente realizando ações agora”, disse.

Fonte: Razões para acreditar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.